Sobre o evento

 Curitiba é a Capital nacional da mobilidade, e a Estrada da Graciosa é uma descida de 900 metros de altura até o nível do mar pela mancha mais conservada de mata atlântica do país. Vamos ao lugar onde é possível descer sem pedalar por quase 30 km entre uma paisagem de tirar o fôlego em um calçamento que foi rota de tropeiros. Após o almoço em Morretes, onde é possível apreciar o centenário prato típico de Barreado, o retorno à SP será realizado em um passeio de trem pela Mata Atlâtica até Curitiba, em uma estrada de mais de cem anos de idade. Em Curitiba, ao final do dia, retornamos a SP com previsão de chegada na madrugada de domingo.

Incluso no Pacote

 Transporte

Almoço (barreado)

  • Valor: R$ 536.00 (PagSeguro)
    R$ 530.00 (a vista)
  • Data & Duração
    Saída: 16/09/2016
    Retorno: 18/09/2016

  • Inscrições
    de 18/07/2016 a 25/07/2016
  • Vagas: 30
  • Distância pedalada: 50 km (iniciante)
  • Destino: Estrada da Graciosa
  • Mídia:
    VÍDEO

Roteiro da Viagem

  • 16/09/2016
  • Saída

    16/09/2016

    Saída de SP na sexta feira à noite

  • Início da descida

    17/09/2016

    Chegada à Estrada da Graciosa na manhã de sábado, onde o grupo, após o alongamento, começará a descida pela história do Brasil.

    No trajeto, descidas longas e suntuosas, com curvas e mirantes que permitem apreciar a vista ao mar a mais de 700 metros de altura. A estrada tombada é inteira pavimentada por paralelepípedos bem assentados no trecho antigo, e um desvio por uma rota ainda mais antiga, de terra, de cerca de 4 km. 

    Após a chegada a Morretes, uma simpática e antiga cidade à beira do rio, o grupo será servido de um rodízio de Barreado com Frutos do Mar, prato centenário e tradicional da cidade, oriundo de Portugal. 

    Após o almoço, o grupo tomará o trem rumo à Curitiba, pela estrada férrea que já foi eleita uma das atrações turísticas mais procuradas do país, o passeio de expresso turístico pela Serra da Graciosa, com guia turístico e serviço de bordo. 

    Após a chegada à capital paranaense, ao final da tarde, o ônibus retorna a São Paulo com parada para banho no caminho. No domingo, você terá o dia para lembrar de sua aventura em um dos destinos ciclísticos e turísticos mais procurados da região.

    Pedal: 50 km
  • 18/09/2016

O que levar

Itens Obrigatórios

  • Câmera reserva
  • Capacete
  • Óculos protetor ou escuro

Opcional

  • Protetor solar
  • Repelente
  • Roupa confortável
  • Capa de chuva
  • Calçados fáceis de tirar para entrar na cachoeira
  • Meias reservas
  • Casaco
  • Dinheiro em espécie para experimentar as delícias locais

Dicas Úteis

  • Leve repelente!
  • Apesar de ser no sul, o local pode ser muito quente, então protetor solar é uma ótima ideia
  • O trajeto tem descidas muito gostosas, aproveite, mas cheque bem seus freios
  • Há opção de percorrer um trecho antigo de 4 km de terra batida, que comporta pneus slick mais grossos, ou por asfalto
  • Leve dinheiro em espécie para provar a coxinha de aipim ao longo da descida, nos quiosques.